Suzan Tisdale - A Mulher de Wee William - Série Clã MacDougall 03

em sexta-feira, 16 de outubro de 2020


Escócia, 1345

Eles o chamam de Wee William. Embora ele tenha quase dois metros de altura, braços e pernas do tamanho de troncos de árvore e mãos grandes como baldes, não há nada de pequeno nele. Sua carranca por si só é suficiente para fazer os ossos da maioria dos homens estremecer de medo. E as mulheres, em vez de desmaiar, tendem a correr na direção oposta.

O gigante Highlander é um solteiro autoproclamado que jurou por anos que não havia uma mulher em toda a Escócia pela qual valesse a pena raspar sua barba, e por um bom motivo. Anos atrás, depois que uma jovem bonita quebrou seu coração e deixou sua dignidade em pedaços, ele jurou nunca mais se colocar em tal perigo. Como prova de sua sinceridade, ele jurou nunca mais raspar a barba.

Então, ele a conheceu. Em um único batimento cardíaco, Wee William estava perdido. Para sempre perdida para uma bela de cabelos castanhos com olhos azul-acinzentados cheios de lágrimas - uma mulher necessitada.

Na noite de núpcias, Nora percebeu que cometeu um erro terrível. Ela concordou em se casar com Horace Crawford quando ele prometeu que seus irmãos mais novos viveriam com eles. Ele logo quebrou sua palavra e os mandou embora. Horace logo provou ser um marido severo e cruel que não tinha coração, nem um pingo de decência.

Em uma noite fria e escura de inverno, quando Nora quase perdera as esperanças de salvar seus irmãos e a si mesma, Deus respondeu a suas orações de uma maneira muito peculiar. Através de um bando de ferozes Highlanders em uma missão para recuperar pequenos mas inestimáveis tesouros. Tesouros que ela guardou involuntariamente.

Mal sabiam os Highlanders que voltariam com mais do que aqueles tesouros - eles voltariam com a Mulher de Wee William.

Nenhum comentário:

Postar um comentário