S.M. Soto - Hate Thy Neighborn

em quarta-feira, 30 de setembro de 2020


Depois de um noivado fracassado, Olivia Hales precisa desesperadamente de um novo começo. Cansada de ser a garota

encantadora e acolhedora que sempre fica ferida, ela está determinada a mudar sua visão da vida.

Quando ela encontra o emprego dos seus sonhos em uma pequena cidade da Califórnia, acha que finalmente encontrou seu lugar na vida. Isto é, até que ela conhece seu novo vizinho.

Roman Banks.

Temperamental. Boca suja. Babaca.

E o homem mais gostoso do planeta.

Com um metro e oitenta e dois, ele estava friamente distante e fisicamente intimidador. Seu novo vizinho não era apenas um Deus bom com as mãos, ele também era um idiota de primeira classe. Presos na mesma rua, dividindo o mesmo espaço juntos, eles se entrincheiram em um jogo viciante, ridículo e interminável de insultos e brincadeiras que resultam na destruição de duas casas perfeitamente boas.

A tensão entre eles é tão espessa quanto as paredes de suas casas são finas. O toque de Roman queimava como fogo, mesmo quando suas palavras eram gelo, e os dois não param por nada para tornar a vida do outro um inferno.

No meio das brincadeiras e do ódio que eles têm um pelo outro, Olivia lentamente puxa as camadas do homem ao lado e se vê consumida por querer consertar ele e seu passado. Quando os dois inimigos começam a sentir sentimentos um pelo outro, Olivia se vê escondendo seus próprios segredos, não querendo perder outro homem em sua vida.

Linhas são desenhadas. Regras rígidas implementadas. Mas isso não impede que Olivia queira salvar o homem quieto e medíocre ao lado.

Eles dizem que você deveria amar seu próximo, mas essa foi a emoção mais profunda que ela sentiu ao pensar em Roman. O ódio era tudo o que havia no relacionamento deles. No mínimo, foi o que ela tentou dizer a si mesma

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário