Jules Moulin - A Vida (pouco) Romântica de Ally Hughes

em domingo, 27 de setembro de 2020

 


Há muito tempo (mesmo muito tempo...) que Ally não tem um único encontro amoroso. Com a vida dela, quem teria? É professora universitária e cuida sozinha da filha, Lizzie, que nasceu quando Ally tinha apenas dezassete anos. Ela tem simplesmente que fazer.  Até ao dia em que um aluno seu, Jake, lhe entra no gabinete. Quando o rapaz - ansioso por melhorar a nota - se oferece para a ajudar numas obras em casa, Ally está longe de imaginar o fim de semana escaldante que vai viver com ele. Mas Jake tem vinte e um anos, e Ally uma filha pequena, para quem quer ser um exemplo. É com o coração pesado que ela termina a relação.  Passados dez anos, Lizzie surpreende e mão ao apresentar-lhe Noah, um amigo mais velho a quem idolatra. Ally não vê televisão nem vai ao cinema, não podia saber que Noah é uma estrela, um dos atores mais cobiçados do momento. E muito menos podia imaginar que Noah é o nome artístico de... Jake, o estudante que ela nunca conseguiu esquecer, o homem que - percebe agora - nunca conseguiu esquecê-la a ela.  Agora que Lizzie dá os primeiros passos (acelerados) rumo à indepência, Ally enfrenta a séria possibilidade de viver um grande amor. Bastar-lhe-á ser implacável e derrotar a sua pior inimiga: ela própria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário