Anna Zaires - Mais Sombrio que o Amor

em sexta-feira, 7 de agosto de 2020




Certa noite, fria e escura, um assassino russo me tomou em um beco. Eu sou perigosa, mas ele é positivamente mais letal. Eu escapei uma vez. Mas ele não deixará que isso se repita. A vingança é dele. A traição é minha. Assim como são as mentiras para proteger aqueles que amo. Nós somos feitos do mesmo material danificado. Ambos impiedosos. E corrompidos. Em seus braços, encontro o inferno e o céu; seu toque cruel e terno me destruindo e me elevando ao mesmo tempo. Dizem que um gato tem nove vidas, mas um assassino tem apenas uma. E Yan Ivanov, agora, é dono do que restou da minha.

Um comentário: