Jewel E. Ann - Perfeito para o Papel

em sábado, 4 de julho de 2020




Flint Hopkins encontra a inquilina perfeita para alugar o espaço sobre seu escritório de advocacia em Minneapolis. 
Todos os requisitos foram preenchidos na proposta de Ellen. As referências dela são boas. E ela é bonita. Até... Flint descobrir que Ellen Rodgers, musicoterapeuta certificada, toca instrumentos musicais. Bongô, violão, canto – nada de Beethoven que se pudesse controlar com fones de ouvido com cancelamento de ruído. O advogado implacável envia um aviso de despejo para a efervescente ruiva que cantarola eternamente, que é sexy demais para o próprio bem. Mas a sorte está do lado de Ellen, e Harrison, o filho autista de Flint, gosta dela à primeira vista. Um pai solteiro não pode competir com violões – e ratos. Sim, ela tem ratos de estimação. Essa mulher... Ela é irritantemente feliz e tem uma necessidade constante de tocá-lo – ajeitar sua gravata, abotoar sua camisa, invadir seu espaço e bagunçar sua cabeça. Mesmo assim... Ela precisa ir embora. O relacionamento de desejo e ódio progride para algo bonito e trágico. Essa sexy comédia romântica explora as coisas que queremos, as coisas de que precisamos e as decisões impossíveis que pais e filhos tomam para sobreviver. "Brilhante, cativante e bonito. As palavras nessas páginas me machucaram e curaram.

Esse livro é outro lembrete fascinante e informativo sobre por que Jewel é uma das minhas contadoras de histórias favoritas." - Kate Stewart, autora do best-seller nº 1 Drive.

Nenhum comentário:

Postar um comentário