Amaya Evans - Noivas do Oeste

em sexta-feira, 10 de julho de 2020




Tempo presente:

 Ellie é uma moça feliz com a vida que leva. É agradecida por tudo o que conseguiu até agora, pois isso permite que ela tenha certa estabilidade financeira e possa ajudar a pagar os estudos de sua irmã mais nova. Não está interessada no amor, porque desde pequena viu o que a entrega do coração pode fazer a uma mulher. Sua mãe foi uma mulher infeliz por causa de seu pai, um homem ao qual amou com todo seu coração e acabou destruindo-a. Mas o destino preparou uma surpresa para ela. Quando menos esperava, chegou a uma época que não era a sua, na casa de um homem que jamais tinha visto na vida, com um jeito grosseiro e autoritário. Ela levava apenas uma carta nas mãos, direcionada a ele, onde o informavam que ela era a noiva que ele havia solicitado por correspondência há alguns meses. 

 1880: 

Phillip é um homem responsável, trabalhador e muito bonito, que vive sozinho e sente que precisa de uma esposa. Uma mulher que cuide da casa e dele, que seja obediente e que faça tudo o que ele mandar. Alguém forte, que possa lhe dar filhos saudáveis e não vá embora na primeira dificuldade. Quando percebe que aquela mulher fraca e com roupas vulgares é a noiva que tinham enviado, fica com raiva e quer colocá-la para fora de casa, de volta a sua cidade, mas algo nela toca o coração dele e o faz mudar de opinião. Talvez com um pouco de instrução ela possa chegar a ser o tipo de mulher que busca, mas o que mais o preocupa é que ela parece ter algum problema na cabeça, porque vive dizendo que veio do futuro. Ellie apenas deseja ir embora de lá e Phillip somente deseja uma esposa obediente. Qual será o fim dessa história?



Tempo presente: 

Lissi Drum sonha em ter uma família. Um marido e filhos que a amem e que juntos possam viver em uma bela casa, cercada por flores, em um pequeno bosque. Aquela era a imagem que ela tinha do seu futuro. Enquanto seu marido trabalhava em sua empresa, ela trabalharia em seu salão de cabeleireiro, que poderia ser em sua casa, para que pudesse cuidar dos filhos também. A vida toda dela estava planejada em sua cabeça, mas o que ela não sabe é que tudo isso mudará, quando, um dia, sem esperar, chegar em sua casa uma carta muito antiga, sem remetente, mas endereçada a ela. Aquela carta a transporta para um lugar que ela não conhece e, de repente, ela está em frente a uma casa que parece com a da família Ingalls, com apenas um envelope nas mãos, endereçado a um certo Mathias Taylor. 

 Velho Oeste: 

Mathias é um homem difícil, acostumado a ver o pior das pessoas. Foi caçador de recompensas e só viu dor e violência. Até que um dia, abandonou tudo aquilo, comprou um sítio e se casou com Emily, sua falecida esposa, que o amou muito. Ele pensou que aquele amor duraria para sempre, até que ela ficou grávida do segundo filho e morreu no parto, deixando-o sozinho com dois filhos pequenos e muita dor no coração. Sua vida agora era cuidar do seu sítio, com a ajuda de seus homens e dar aos filhos tudo o que precisavam, mas sentia que não estava lidando bem com eles. Seus filhos são dois meninos mal-educados e travessos, que tem muito medo dele. Quase nunca falam com ele e agora a mulher que ajudava em casa tinha ido embora, porque não suportava seu gênio forte. Mathias, sem saber o que fazer, decide encomendar uma noiva por correspondência, para que ajude com a casa e seja uma boa mãe para os meninos, mas jamais imaginou encontrar em sua porta uma mulher como Lissi Drum, uma moça bonita, com um corpo de deusa e um rosto doce, que com apenas um sorriso causava um efeito nele que jamais pensou sentir novamente. O problema



Tempo presente: 

Cloe Holland é uma modelo de revistas que está feliz com seu estilo de vida, cheia de luxos e viagens. Ela sente falta apenas de uma coisa: um homem que a valorize e que queira ter algo sério com ela. Ela está cansada dos homens com cabeça vazia que a rodeiam. Todos preocupados com seu físico, mas sem sentimentos, nem conversas inteligentes. Certo dia, ela foi com algumas amigas a um bar e todas concordaram em ir a uma agência de casamentos para conhecer um homem que valesse a pena, pois todas estão na mesma, procurando um relacionamento amoroso que não durasse apenas um suspiro. Os meses se passaram e ela se esqueceu do assunto, até que um dia ela é procurada por uma agência de casamentos, no exato momento em que tinha acabado de terminar com seu namorado e descoberto que aquela relação tinha deixado consequências. 

 1886:

 Charles Doyle é o xerife do vilarejo. Um homem trabalhador, que não tem sorte com as mulheres. Seu tamanho e uma cicatriz feia no rosto, resultado de uma briga intensa com um bandido, faz com que as pessoas se sintam intimidadas e se afastem quando ele passa. Ele começou a desistir de encontrar uma boa mulher, que o aceitasse como ele é, e foi por isso que seus dois bons amigos, Mathias e Derek, o aconselharam a procurar uma esposa por correspondência. Após algum tempo, enquanto cavalga em direção ao vilarejo, escutou alguns gritos e correu para ajudar uma mulher que gritava como louca e ao vê-lo ela desmaiou. A mulher carregava uma carta direcionada a ele, onde diziam que aquela era a esposa que ele tinha pedido e não davam muitos detalhes. Ele, como todo cavalheiro, levou-a até sua casa, esperando não ter cometido um erro ao escrever para aquela agência, pois a mulher não se parecia em nada com o que ele queria em uma dama e, além disso, ele ainda não sabia o que estava por vir.

Um comentário: