Jenika Snow - Marked

em segunda-feira, 15 de junho de 2020




#Único 

 Eu a vi através de uma pista de dança lotada. Eu não sabia o que havia nela, mas ela me paralisou, me possuiu. Eu fiquei instantaneamente obcecado. Eu tinha que tê-la. Ela me deixou tocá-la, dançar com ela, mover com ela. Mas isso não foi suficiente. Eu não sabia o seu nome, mas não a deixaria fugir. E parecia que o destino tinha planos para nós. Uma chance de correr no dia seguinte, um mal-entendido, faz com que nossos caminhos se cruzem mais uma vez. Ela podia agir como se fosse indiferente em relação a mim, mas eu vi a verdade. Vi em seus olhos, na maneira como as pupilas se dilatavam, na linguagem corporal. E quando nos reuníssemos, seria explosivo, consumindo. O que ela não sabia, mas logo descobriria era que eu a tinha marcado, a reivindicado. E uma vez que eu a lambi… ela era minha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário