Ivy Fox - Duologia Rotten Love (Finalizada)

em segunda-feira, 18 de maio de 2020




Inveja. 
Um pecado tão feio. 
No entanto, aqui sou culpada disso. 
Veja, eu te invejo. 
Você que acorda de manhã sem saber qual será o seu futuro. 
Uma incerteza abençoada, cheia de esperança e mistério, com o potencial de torná-lo o que você deseja que seja. 
Deve ser legal - abrir os olhos e sonhar com uma existência tão promissora. 
Não tenho tais noções errôneas de esperança. Meu destino foi anotado em papel amassado, suavizado e imaculado por mãos ensanguentadas e brutais para o mundo exterior contemplar, desde o dia em que fui concebida. 
Não há felizes para sempre para mim, mas eu cheguei a um acordo com minha gaiola dourada há muito tempo. 
 É o destino deles que me mantém acordada à noite - os pedaços da minha alma. 
Eles são aqueles que eu desafiaria o próprio diabo e encararia o verdadeiro mal nos olhos, provocando-o a fazer o pior. 
Não há nada que eu não faria por eles, mas sei que a roda da fortuna não está a nosso favor. Então, sim - eu invejo você. 
Enquanto você sonha com seu colorido amanhã, eu temo sua chegada acinzentada. 
Veja bem, todos nascemos podres. 
E garotas e garotos podres não merecem um final de conto de fadas.



Orgulho. Um pecado em que todo homem feito nasce. Com um ferro em brasa, nossas almas são queimadas para acreditar que não há maior virtude do que nosso orgulho sindicalizado - matamos e sangramos para manter sua honra. No entanto, alguns podem dizer que o orgulho vem antes da destruição - um espírito altivo antes da queda. Eu digo que existem maneiras muito mais devastadoras de empurrar alguém para os poços ardentes do inferno. A traição de um amante corta mais profundamente do que qualquer ferida que uma faca possa infligir. Quando ela saiu, não éramos pouco mais que meninos; pouco menos do que seus criminoso de todos os dias. Muito ingênuos e cegos pelo amor, para ver profundamente em seu coração traidor. Sua partida fez de todos nós cruéis, rancorosos e vingativos. E agora, seu sorriso enganoso retorna, procurando nos atormentar ainda mais. Ela quer absolvição. Ela anseia por justiça.Mas ela é indigna de qualquer um. Porque os meninos que ela fingiu valorizar, não existem mais. Foi necessária uma garota podre do nosso passado para nos transformar nos homens podres que somos hoje. E já era hora de ela se familiarizar com suas criações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário